Menu
X
imagem

IPVA mais caro de São Paulo custa R$ 272 mil, o preço de cinco Chevrolet Onix

Pelo segundo ano seguido, os proprietários dos dos quatro McLaren Senna registrados no estado pagarão o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2021 mais caro de São Paulo. Segundo a Secretaria da Fazenda, os donos irão desembolsar R$ 272.644,64 este ano.

O valor estimado dos carros é de R$ 6,8 milhões, segundo divulgado pela secretaria para o modelo de 2019.

São 4.907 vezes mais do que o IPVA do carro mais barato. Ele é um veículo de fabricação própria, cujo valor total é de R$ 1.389. É tão barato que paga somente R$ 55,56 de imposto. Para se ter uma ideia, são quase cinco vezes o preço de um Chevrolet Onix 1.0 de R$ 56.890.

McLaren Senna (Foto: Divulgação) — Foto: Auto Esporte

McLaren Senna (Foto: Divulgação).

O McLaren é movido por um motor V8 4.0 biturbo. São 800 cv de potência, suficiente para o carro acelerar de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos e à velocidade máxima de 335 km/h. É uma bela homenagem ao piloto brasileiro Ayrton Senna, três vezes campeão de Fórmula 1 pela McLaren.

É necessário saber as alíquotas de cada estado para calcular o valor do IPVA. São Paulo recolhe a maior porcentagem entre os entes federativos (4%) e Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Rondônia e Santa Catarina arrecadam as menores porcentagens (2%).

Se você tem um carro para pessoa com deficiência (PCD), lembre-se que as regras para isenção do imposto mudaram este ano. Dos cerca de 330 mil veículos que tiveram a isenção de IPVA para PCD em 2020, apenas 65 mil (cerca de 20%) continuarão com o benefício.

O menor IPVA pago no estado de São Paulo é da moto Hero Punch 50, um modelo avaliado por R$ 661 e que paga R$ 13,22 de imposto

Desculpa. Sem informações para este contato.
Voltar para Home